O que e Firmware,Baseband,Bootloader,IMEI

Definições dos termos técnicos Iphone:

Firmware: É o “Sistema Operacional” do iPhone, responsável pelo controle do hardware, dos processadores, da memória e da interface. É um subconjunto do OSX, sistema operacional dos MACs. Roda principalmente no processador central, o ARM.
Baseband: É o processador (e o software que roda nele) responsável por todas as comunicações do iPhone – isto é, GSM (GPRS, EDGE), Wi-FI e Bluetooth. É nesse F&#@* que fica todo o problema do unlocking(desbloqueio) do aparelho, para que você possa usá-lo como “Phone” e não só como “i”… QUALQUER UNLOCKING DE SOFTWARE PASSA PELO HACKEAMENTO, OU REPROGRAMAÇÃO, DO BASEBAND.
Bootloader: É uma pequena peça de software responsável pelo… adivinhe: BOOT do aparelho (dâh). É ele quem “chama” o Sistema operacional e prepara a lógica do aparelho para que o mesmo se torne operacional. Ele também fornece as ferramentas necessárias caso se precise fazer um restore do firmware. O Baseband também possui seu bootloader, e é através desse que o baseband pode ser atualizado/modificado.


1. Para nós: só poderá haver um unlocking, a princípio, quando a Apple lançar um novo update, e esse update atualizar o bootloader.Nesse momento, os hackers poderão dar um flash na versão. E assim sucessivamente. A comunidade hacker, daqui pra frente, estará sempre uma versão atrás na solução de unlocking, a não ser que algum gênio descubra a fonte da juventude no meio do caminho…
2. Para a Apple: tá bacana desse jeito. Eles só vão atualizar o bootloader se houver uma brecha de segurança séria (ainda não descoberta) ou algo que comprometa em muito o funcionamento do aparelho. Isso é muito difícil de acontecer daqui pra frente, já que o bootloader é extremamente simples e estável (além de criptografado, acharam que era fácil?). Em outras palavras, eles descobriram como encurralar o rato…
Serial (Semana de produção do aparelho): O Serial do iPhone vem na forma nn748xxxxxn . O importante aqui são os 4º e 5º algarismos. Eles indicam a semana de produção do aparelho.
IMEI: É um código universal e único, cada aparelho celular GSM possui um número IMEI único no mundo. Isso é feito por meio da distribuição de “faixas” de códigos para cada fabricante, de forma que nenhum use um código que outro também usará.

DIVERSOS:

Brick: Condição na qual o iPhone se torna inoperável (como se fosse um mero tijolo). Isso pode acontecer por causa de uma atualização que deu errado, ou por diversas tentativas frustradas de quebrar o código criptográfico do baseband.
JailBreak: Processo pelo qual você ganha acesso de leitura e escrita no sistema de arquivos do iPhone. Premissa para qualquer ativação, unlocking e instalação de aplicativos de terceiros. Quer saber como se faz um Jailbreak na medida? Google é o seu amigo, daqui pra frente…
 Activation: o iPhone OTB – saído da caixa – é nada mais nada menos que… um meio muito caro de se ligar para o 911 (única função acessível OTB). A partir do Jailbreak, você pode ativar o iPhone, de forma a usar todas as suas funções com exceção do GSM. Daí você pergunta: se o iPhone é um telefone GSM, e eu não posso usar o GSM, o que sobra? Ahá, sobra o Wi-Fi (e o Youtube, o Google Maps, o “full browser” Safari), o iPod, o iPod Video, a cãmera, etc… tudo que não diga respeito a ligações telefônicas GSM. AQUI NÃO DEPENDEMOS DO BASEBAND NEM DO BL 4.6.
 Neste momento, você já é quase íntimo do Google.
Unlocking: Agora ficou fácil, né?

1 comentários so far

Nossa muito bacana seu post !


EmoticonEmoticon

MiTutorias